Tag Archives: Benefícios da amamentação

Como amamentar meu bebê? Quais são os benefícios trazidos pela amamentação?

8 fev

Esse post é a última parte da entrevista com o Dr. Marcus Renato de Carvalho que está sendo divulgada no série Mitos e Verdades sobre a Amamentação. Abordaremos agora as formas de amamentar o bebê e alguns dos muitos benefícios trazidos pela prática. Boa leitura!

    Caroline – Qual é a melhor forma de amamentar o bebê?

Dr. Marcus – Na hora da amamentação, o bebê deve ficar bem juntinho ao corpo da mãe, com o nariz e o queixo encostados no peito. Não precisamos colocar os dedos “em tesoura” para liberar as vias aéreas… Todo recém nascido tem o reflexo de sucção e é capaz abocanhar a aréola. O foco principal é oferecer um posicionamento confortável do bebê no colo da mãe, proporcionando uma boa pega. O tamanho dos seios também não influencia na quantidade de leite produzida pela mulher. A pega nos mamilos é o fator decisivo para a amamentação.

Caroline – E com relação aos mamilos? Existe algo para evitar as fissuras ou machucados na mama?

Dr. Marcus – Para uma amamentação adequada os mamilos podem ser normais, planos ou invertidos: qualquer tipo pode ser abocanhado pela boca do lactente caso a mama não esteja cheia. Esse momento deve ser ser algo prazeroso e não doloroso. Não é para sangrar o bico do seio, rachar ou ter mastite, que é a inflamação/infecção das mamas. Quando isso ocorre, sabemos que a mulher não foi bem orientada. O apoio de um profissional capacitado em manejo da lactação é indicado.

Caroline – E quais são os reais benefícios da amamentação para o bebê? Por que é importante estimular o aleitamento?

Dr. Marcus – A amamentação é benéfica tanto para o bebê quanto para a mãe. Ela estimula o crescimento saudável e o desenvolvimento de toda a face, além de evitar infecções e diversas doenças crônico-degenerativas, cânceres, alergias etc. Outro ponto positivo e pouco comentado é a importância dos seios na organização psíquica dos bebês que, ao agarrá-los, sentem-se apoiados na hora das refeições. No caso da mãe, pode-se afirmar que a amamentação diminui a incidência de câncer uterino e de seio, diminui a chance de anemia, além de facilitar o emagrecimento.

Agradeço ao doutor Marcus pela gentileza das informações. Visitem o site da Clínica Interdisciplinar de Apoio à Amamentação e não deixem de ver outra entrevista bem informativa do médico para a Revista Mundo Estranho.

Créditos:  Marcus Renato de Carvalho é consultor de amamentação pelo IBCLC e docente de Pediatria da Faculdade de Medicina, UFRJ

 

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.